Uncategorized

DERRETIMENTO DAS GELEIRAS.

 

Desde o início do séc XXI, as geleiras estão derretendo em velocidade nunca vista. É o que diz um documento apresentado no último dia 1° de setembro, durante a 29ª Sessão do Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC). O relatório alerta para o fato de que em 2006 foi registrado um degelo “sem precedentes”.

As perdas de gelo, que estão acontecendo desde a década de 80, têm aumentado bruscamente desde 2000. O derretimento das geleiras em 2004 e 2006 foi duas vezes maior que o degelo histórico de 1998.  De acordo com especialistas, entre 1996 e 2005 registrou-se uma perda anual de gelo duas vezes superior à calculada no período de 1986 a 1995 e quatro vezes maior que a de 1976 a 1985.

“Se esta tendência continuar e os Governos não entrarem em acordo sobre as novas reduções de gás de efeito estufa em Copenhague em 2009, é possível que as geleiras desapareçam de muitas regiões montanhosas durante este século”, alerta o relatório. A cobertura de gelo dos Alpes derreteu 35% entre 1850 e 1970. Em 2003, quando a Europa sofreu com um dos verões mais quentes, o degelo foi de 5% a 10%.

Formado por 400 especialistas de diversas nacionalidades, o IPCC foi criado em 1988 para pesquisar a suposta mudança climática e definir as conseqüências desse fenômeno. Para o grupo, a atividade humana é responsável pelas alterações no clima da Terra.
Aquecimento do planeta provoca o derretimento das geleiras

O aumento da temperatura do planeta, que causa o degelo em diversas regiões do mundo, acontece principalmente pela grande emissão de gases de efeito estufa.  A queima de combustíveis fósseis (carvão, petróleo e gás natural) em veículos, usinas termoelétricas, indústrias e equipamentos de uso doméstico, por exemplo, emitem dióxido de carbono, o gás que mais colabora para a intensificação do efeito estufa.  

A ação antrópica também é prejudicial ao planeta quando destrói, com queimadas e desmatamentos, sistemas naturais de absorção de CO2, como florestas. Essas intervenções do Homem alteram o equilíbrio da atmosfera terrestre e resultam na maior retenção de calor em sua superfície.
Perda das geleiras pode prejudicar o fornecimento de água

O derretimento de gelo é responsável por conseqüências desastrosas e, muitas vezes, irreversíveis ao planeta. Os cientistas temem que o aumento do nível do mar provocado pelo degelo cause inundações de terras, podendo transformar áreas da Floresta Amazônica em uma savana.

Há, também, a preocupação com o aumento de doenças tropicais, como malária e dengue.  Para os especialistas,  o derretimento das geleiras também pode prejudicar o abastecimento de água.  Isso porque elas alimentam os rios, que são fonte de sobrevivência para milhões de pessoas

MATERIAL RETIRADO DE :http://www.igeduca.com.br/artigos/acontece/derretimento-das-geleiras.html

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s