Anfíbios

Saiba mais sobre o nosso sapo cururu.

 Saco Cururu

Ordem: Anura

Família: Bufonidae

Nome popular: Sapo Cururu

Nome em inglês: Cane Toad

Nome científico: Bufo marinus

Distribuição geográfica: Sul do Texas (EUA), México e América Central, norte da América do Sul (Brasil, Bolívia, Equador e Peru)

Habitat: Cerrado e florestas tropicais

Hábitos alimentares: Carnívoro (alimenta-se de invertebrados e vertebrados)

Reprodução: 4.000 a 36.000 ovos por postura e os girinos nascem cerca de 10 a 16 dias depois.

Período de vida: 10 a 15 anos em ambiente natural e até 20 anos em cativeiro

O sapo cururu é o anfíbio mais comum entre a fauna brasileira, medindo entre 10 e 15 cm. Os macho possuem uma coloração amarelo-parda ou até esverdeada e são menores que as fêmeas, que, por sua vez, são de coloração marrom.

Você sabia que o sapo cururu possui duas glândulas de veneno na parte posterior da cabeça? Ele possui esse mecanismo para se defender de um possível predador, por exemplo, uma serpente. Quando ele se depara com uma cobra, ele levanta as patas, ficando mais esticado, parecendo maior, e inclina-se como se oferecesse as glândulas de veneno para que a cobra mordesse. Na maioria das vezes esse mecanismo funciona, pois mesmo que a cobra o morda, ela logo perceberá que ele tem um gosto desagradável, devido ao seu veneno e por esse motivo ela o soltará e, provavelmente não voltará a tentar se alimentar de um sapo cururu novamente.

O sapo cururu possui hábitos noturnos e terrestres. Por esse motivo é mais comum encontrá-lo se alimentando durante à noite. O sapo percebe sua presa através do movimento que ela faz e também pelo cheiro. Ele a captura com sua língua e seus olhos grandes o auxiliam a deglutir o alimento, pois quando eles se fecham ajudam a “empurrar” a presa para o estômago. Os sapos são úteis ao homem porque com seu grande apetite comem muitos vermes, lagartas e insetos nocivos de várias espécies.

Na época do acasalamento, que ocorre próximo à primavera, os sapos se deslocam até a margem de poças permanentes e/ou temporárias (lagos, pântanos). Os machos então vocalizam a fim de atrair as fêmeas e aquele que lhe agradar mais poderá copular com ela. A reprodução é externa e a fertilização dos ovos ocorre através do “abraço nupcial” (cópula) à medida que os ovos são expelidos pela fêmea. Os ovos são postos em fileiras que podem alcançar até 5 m de comprimento. Os girinos nascem entre 10 e 16 dias depois e levam de um a três meses pra se tornarem adultos. Primariamente surgem os membros posteriores e depois os anteriores, terminando com a queda da cauda.

O número de espécies de anfíbios vem diminuindo gradativamente, devido a sua alta sensibilidade à poluição da água e do ar. Dessa forma podem ser considerados excelentes indicadores biológicos de áreas degradadas. E isso seria mais um bom motivo para conservá-lo.

GALERA COM BASE NESTE TEXTO VAMOS DEIXAR DE TER MEDO OU NOJO DESSE ANIMAL E SIM PASSAR PRESERVAR O MESMO.

Abraço Profº Milto Neto.

Anúncios

25 comentários em “Saiba mais sobre o nosso sapo cururu.”

  1. o texto tah muio bom msm…..mas concordo cm um dos comentarios precisamos cnscientizar da preservação muits precisam entender…abraços

  2. Gostei muito desse texto,pois há muito procurava textos sobre sapos.Criamos três sapos( Jerônima,Gertrudes e GG(macho)),são lindos.Eles chegaram bem novinhos aqui e se alimentam da ração da minha gata( cada qual em seu prato),também tem uma piscina pra eles.Acha que devemos devolvê-lo à natureza?Tenho vontade,mas são tão lindos,porém queremos o melhor pra eles.

  3. Gostei do texto, professor. Parabéns. Estou fazendo uma pesquisa e gostaria, por gentileza, de um esclarecimento: somente o sapo cururu possui olhos que auxiliam a empurrar o alimento para as vias digestivas, ou todas as outras espécies também?

  4. Professor Neto obrigada pelas informações eu tenho 2 sapos que moram no meu quintal, e respeito muito eles e com brincadeiras estimulo meus vizinhos a respeitarem essa especie. Apesar de feios nos fazem bem ao meio ambiente controlando algumas pragas.
    Maria Aparecida, 03 de janeiro 2009, Camaçari-Ba.

  5. Parabens é perfeito tenho criação de animais exoticos em casa tenho 16 anos mas um enorme conhecimento em animais tenho um sapo cururu na verdade 2 a Suzi e o Fred fora meus outros bixos otima reportagem kk
    flw

  6. nossa saber sobre esse sapo muito interesante foi muito divertido e agradavel e ele não é tão grotesco como pensamos que era ele é realmente encantador. 😀
    amamos o cane toad mara *-*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s